PÓS-GRADUAÇÃO EM CURADORIA DE ARTE (2015-2016) – FCSH/NOVA

curadoria_original

PÓS-GRADUAÇÃO
CURADORIA DE ARTE
FCSH – UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

Até 30 de Junho, encontra-se aberta a fase de candidaturas para a primeira edição da pós-graduação em Curadoria de Arte (2015-2016). Para o efeito, deverá aceder ao endereço: http://fcsh.unl.pt/ensino/pos-graduacoes-pt/curadoria-de-arte


PLANO DE ESTUDOS

Coordenadora: Raquel Henriques da Silva (FCSH/NOVA)
Coordenadores executivos: Nuno Crespo (IHA-FSCH/NOVA) e Sandra Vieira Jürgens (IHA-FSCH/NOVA)

O enquadramento e a abordagem da Pós-Graduação em Curadoria de Arte concentram-se nas temáticas fundamentais da curadoria, relativas aos mundos da produção, circulação e recepção das artes contemporâneas. Focando os universos dos valores da criação, as instituições culturais e de mercado, os agentes intermediários e também os seus públicos. Este curso de pós-graduação tem uma orientação teórica-prática e profissionalizante e a sua organização reflecte, por um lado, a importância e actualidade dos estudos de curadoria no contexto da história da arte e dos estudos culturais, bem como a especificidade dos seus domínios de estudo e das suas práticas profissionais.


OBJECTIVOS

Os objectivos fundamentais deste curso são:

– Formar especialistas nas diferentes áreas dos estudos de curadoria;

– Desenvolver o ensino e investigação avançados da história da curadoria e das disciplinas com ela relacionadas como: antropologia, arquitectura, design expositivo, filosofia, história da arte, museologia, etc…;

– Preparar especialistas que assumam a curadoria não só como campo de conhecimentos e investigação, mas igualmente como domínio prático profissional;

– Desenvolver competências teóricas e profissionais indispensáveis ao estudo da curadoria nomeadamente no campo da teoria e de organização de exposições;

– Promover a capacidade de realizar exposições através do conhecimento dos diferentes elementos exigidos para a concepção, implementação, desenvolvimento, produção e recepção de eventos expositivos;

– Dotar especialistas das ferramentas necessárias à melhor compreensão da curadoria de arte, nomeadamente através do aprofundamento do conhecimento dos diferentes meios artísticos, das suas instituições, agentes e dinâmicas;

– Proporcionar formação de base na área da gestão e produção de projectos de curadoria;

– Capacitar os estudantes a operar em instituições públicas e privadas como autarquias, museus, fundações e outros espaços expositivos com vocação cultural;

– Promover junto de profissionais a formação ao longo da vida.


UNIDADES CURRICULARES

Temas da Arte Contemporânea
Práticas de Curadoria
Economia e Mercados da Arte
Gestão e Produção de Projectos de Arte
Colecções e Museus de Arte em Portugal
Estética e Crítica de Arte
Teoria, Métodos e Debates em História da Arte
Arquitectura de Museus e Museografia
O espaço nas práticas artísticas contemporâneas


CORPO DOCENTE

Claire Bishop (CUNY, NY University)

Delfim Sardo (Colégio das Artes da Universidade de Coimbra)

Helena Barranha (Instituto Superior Técnico – ULisboa)

Helena de Freitas (Centro de Arte Moderna-Fundação Calouste Gulbenkian)

Idalina Conde (ISCTE-IUL)

Isabelle Graw (Staatliche Hochschule für Bildende Künste (Städelschule), Frankfurt am Main)

Joana Cunha Leal (FCSH/NOVA)

João Pedro Cachopo (CESEM – FCSH/ NOVA)

Luís Campos e Cunha (Nova School of Business and Economics)

Luiz Camillo Osório (PUC, Rio de Janeiro)

Margarida Brito Alves (FCSH/NOVA)

Nuno Crespo (IHA-FSCH/NOVA)

Raquel Henriques da Silva (FCSH/NOVA)

Ricardo Carvalho (Universidade Autónoma de Lisboa)

Sandra Vieira Jürgens (IHA-FSCH/NOVA)


Número de vagas:
20


Horários
O curso funcionará em horário pós-laboral, às 4ª, 5ª e 6ª feiras, nas instalações da FCSH/NOVA.


Contactos

E-mail: historia.arte@fcsh.unl.pt
Telefone:  + 351 217 90 83 21

Link: http://fcsh.unl.pt/ensino/pos-graduacoes-pt/curadoria-de-arte

Anúncios

Wrong Wrong — Nova publicação online

WW_FB

www.wrongwrong.net

> PT

A Wrong Wrong é uma nova publicação online centrada no campo da produção artística contemporânea.

· Terá seis edições anuais temáticas
· O tema de cada edição origina múltiplas reflexões
· Na Wrong Wrong a reflexão é em si criação

A edição é bilingue (português-inglês). Cada número terá associado um autor em residência, que produzirá ensaios passíveis de assumir diferentes formatos. Todas as edições serão divulgadas através de newsletters, de lançamento e de actualização.

O tema da primeira edição, lançado em Maio, será WRONG, e visa focar uma insistência no erro. Os números seguintes serão publicados em Julho, Setembro e Novembro de 2015.

A Wrong Wrong é editada pela Terceiro Direito, associação cultural sem fins lucrativos que concebe projectos no âmbito das artes contemporâneas, funcionando como plataforma de divulgação da criação e investigação artísticas. Para além da Wrong Wrong, a Terceiro Direito desenvolve o projecto raum: residências artísticas online (www.raum.pt).

Em 1917 Marcel Duchamp, Henri Pierre Roché e Beatrice Wood publicaram o único número de uma revista intitulada Rongwrong, cujo nome devia ter sido Wrongwrong. O erro ocorreu na impressão.


> EN

Wrong Wrong is a new online magazine specializing in the field of contemporary artistic production.

· Six annual thematic editions
· Each issue originates multiple reflections
· At Wrong Wrong reflection is itself creation

Each issue will present an author in residence, who will produce essays under different formats. All issues will be announced through a newsletter, upon their release and when new articles are published.

The first issue, to be published this month, is WRONG. It aims to focus on a persistence in error.

New issues will appear on July, September and November 2015.

Wrong Wrong is published by Terceiro Direito, a non-profit cultural association which operates as a creative platform for research and diffusion in contemporary arts. In addition to Wrong Wrong it develops the project raum: online artist residencies (www.raum.pt).

*

In 1917 Marcel Duchamp, Henri Pierre Roché and Beatrice Wood published a single issue of a magazine, Rongwrong, whose title should have been Wrongwrong. The typo occurred during the printing.

Conferência internacional “Flâneur – New Urban Narratives”

flaneur1

Desvios e derivas: Práticas críticas, artísticas e curatoriais, no contexto urbano
Sandra Vieira Jürgens (IHA/FCSH-UNL)

Participação na Conferência internacional “Flâneur – Novas narrativas urbanas/
New Urban Narratives”, Teatro São Luiz, Lisboa, 12 e 13 de Maio 2015

ENTRADA GRATUITA
inscrição: mail com nome/país de origem/instituição para flaneur.may.15@gmail.com

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

PROGRAMA

12 de Maio
10h-13h30
Sessão de abertura – Apresentação Projecto Flâneur

_Catarina Vaz Pinto (Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa)
_Ángel Luis González Fernández (PhotoIreland)
_Krzysztof Candrowicz (Triennale der Photographie Hamburg)
_Nuno Ricou Salgado (Procur.arte)

Keynote speaker:

_Francesco Careri (LAC/UniRoma3)
Caminhar como prática arquitectónica

15h-18h
Painel 1: A deriva urbana na Arte Moderna e Contemporânea
Coordenação: Margarida Brito Alves e Giulia Lamoni (IHA/FCSH-UNL)

Keynote speaker:
_Basia Sliwinska (School of Art and Design, Middlesex University)
A ‘estética do pedestrianismo” e as políticas de pertença na arte contemporânea de mulheres

Speakers:
_Gautier Ducatez (Dérive Urbaine magazine)
A Revista Dérive Urbaine (co-autores do paper: Boris Hurtel e Eric Nosal)

_Jelena Markovic (University of East Sarajevo – Academy of Fine Arts)
Flânerie numa linguagem estranha

_Johanna Steindorf (Bauhaus University Weimar)
Desdobrar os espaços de minha memória: a migração feminina através do áudio

_Luísa Salvador (IHA-FCSH/UNL)
Procurando um propósito no acto de deambular A escultura do quotidiano

_Matika Christina (PHD candidate Aristotle University of Thessaloniki)
Narrar – Mapear Cidades: Estratégias Artísticas de Interpretação Urbana numa série de mapas contemporâneos

_Sandra Vieira Jurgens (IHA/FCSH-UNL)
Desvios e derivas: Práticas críticas, artísticas e curatoriais, no contexto urbano

13 de Maio
10h-13h30

Painel 2: Cidade, Fotografia e Cinema – A representação do flâneur no audiovisual
Coordenação: Mirian Tavares e Ana Isabel Soares (CIAC/UAlg)

Keynote speaker:
_João Soares (CHAIA/UE)
Medir com a memória, olhar com os pés

Speakers:
_Ana Balona Oliveira (CEC/FL-UL; IHA/FCSH-UNL; Courtauld, Univ. London)
Caminhar na Cidade Global: a série de Edson Chagas Found Not Taken e outras obras

_Ana Cabral Martins (FCSH-UNL)
Frances Ha: A flâneuse cinematográfica moderna

_António Canau (FA-UL)
O flanêur enquanto campo de caça – Mark Cohen dispara a partir da cintura, à queima-roupa

_Christina Georga (National Technical University of Athens)
Flânerie cinematogáfica FemininaMáscaras e Travestismo

_Cláudia Albuquerque Lima (UNEB; UALg)
Quando as massas entram para a história. Deambulações fotográficas no interior do tecido urbano de Salvador, Bahia

_Marta Toscano (Cieba/FBA-UL)
Vagueando por aí: os artistas e a cidade

15h-18h
Painel 3: Os territórios da flânerie: a experiência actual dos espaços públicos urbanos.

Coordenação: Pedro Costa e José Luís Saldanha com a colaboração de Ricardo Lopes e Nuno Rodrigues (DINÂMIA’CET/ISCTE-IUL)

Keynote speaker:
_Álvaro Domingues (FA-UP)
Os territórios da flânerie: a experiência actual dos espaços públicos urbanos

Spearkers:
_António Gorgel Pinto (FA-UL)
Máquina de Emancipação da Criatividade através das artes visuais sociais. Projectos artísticos nos bairros: Estrada Militar do Alto da Damaia e Alto da Cova da Moura

_Letícia Carmo e Yves Pedrazzini (LaSUR; ENAC-EPFL)
Derivas pelo espaço e pela cultura alternativa lisboeta

_Maria Gil (Teatro do Silêncio)
Teatro do Silêncio: Projecto de Pesquisa – Caminhar

_Paulo Jorge Vieira (CEG/UL; IGOT/UL)
O flâneur queer no Chiado – Algumas notas etnográficas em trono de uma constelação heterotópica

_Ricardo Luís Silva (Centro Universitário Senac/PPGAU-UPM)
A incorporação do Trapeiro-colecionador, ou uma outra possibilidade de apropriação do espaço urbano contemporâneo

_Teresa Lousa (Cieba/FBA-UL)
STREET ARTIST: O Flâneur à deriva pela cidade

Site no WordPress.com.