Videoarte_Ida e Volta_Novos Media do Pompidou

Ida e Volta: Ficção e Realidade. Vista geral da exposição. CAM_2007_Fotografia: Paulo Costa

Ida e Volta: Ficção e Realidade. Vista geral da exposição. CAM_2007_Fotografia: Paulo Costa


(Original: Sandra Vieira Jürgens, «Videoarte – Uma Arte do Presente. Museu do Chiado e Centro de Arte Moderna», Artes & Leilões, nº 3, Dezembro 07, pp. 6-8).


A videoarte, cujas primeiras manifestações artísticas remontam aos anos 60, obteve na última década uma afirmação crescente nos diferentes âmbitos do meio artístico – museus, galerias, bienais, espaços alternativos e coleccionismo privado. Todavia, apesar das quatro décadas de existência, o processo de reconhecimento e legitimação desta forma artística não decorreu de forma pacífica. Prova disso é que é mais frequente vermos expostas criações videográficas de jovens artistas do que trabalhos de criadores que estão actualmente na faixa etária entre os 60 e 70 anos. Ou seja, a visibilidade da arte vídeo constitui-se essencialmente enquanto arte do presente, e se hoje não há exposição que não inclua trabalhos associados aos novos media, em Portugal são ainda raras as exposições que permitem traçar a história do vídeo.

Continuar a ler: AL_video

Site no WordPress.com.